Cotidiano e percepção.

sem tempo para palavras

passo a ser

ser passar ao largo nos dias de hoje

dum tempo

notar o que está ao lado

o que está do outro

detrás e pra frente

as paisagens são vistas não mais em retratos profundos

são engolidas polidamente como na mesa do almoço de uma hora

se vira e desvira do tempo

não se faz mas questão de desvendar

agora só se venda a arte de repetição

desfigurada arte

arte se foi embora como naquele retrato profundo do almoço

a arte se esvai embora não seja perene

arte se vai embora quando não vemos o que é mais sapore da vida.

Eu me entendo ?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.