Você tem coragem de me chegar em casa bêbada? Sem dona? Sem nada ?
Sem estar em si mesma ? Sem se ensimesmar comigo ? Como assim
Como nada faz nexo quando fala mesmo trôpega ?
Como você acha que só o ébrio é que te compreende ?
Só nós bêbados é o que faz compreensão pra ti ?
Só nós bêbados é o que gera noção de sentido pra tá ?
Pra tá junto ?
Entucha logo o sentido, o certo, o correto, o errado, o perdido
o perdi na praia
Encontra agora em ti e em ta o pleno sentido do amor! Te desafio! Te confronto sóbreo, sapo, príncipe, principiante, sortudo, em meio a sortilégios de des-sabores!
HA!!!!! Mulher-menina, não és múmia!! Me compreende a entender-te! Se eu és um mosaico eu sou um ser prosaico, monossilábico pelo cansaço de não conseguir procurar tuas ancas fecundas. Nisso não sou profícuo sou som confuso, sou vários instrumentos pra você me tocar.
Está a ti, a tua desposiçao e a minha desposiçao de desejos.
Está sóbreo a ti e a tua entreposição dos nossos desesperos.
Ama
e nem sabe mais
Ama e nem sabe
mais o que ama
Ama e sabe o que mais ama.
E amor sem saber, sei que te amo.

Tiago Carneiro 14/12/2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s