Você agora é amor de verdade?
Ou a veracidadae dos fatos que eu enxergo te fazem me trazer
por suas escolhas você até a mim?
Minnha complexidade de escolhas de você é do tamanho do que eu pretendo escolher pra mim.

Agora nunca sei em que ponto você quer chegar de novo.
Queria que você nesse amor deixasse esse legado de amor comigo so fosse o óbito.

Queria que você nesse amor me deixasse esse amor como se fosse o óbvio.

Quero esse amor, não como um tipo de perdão
esse amor se dissolve em mais lugares que o infinito nunca saberá
esse amor é algo com acabamento de um samburá de fribra tinhosa.

Ele é afeito a mão. Ele, defeito de almas argutas em perguntar o sentido oblíquo do objeto do desejo.
Ele não é nada de mais, pode e as vezes ser o que é para os de fora, rarefeito de ardor;

Ele não é nada se não há uma resposta interna.

Você agora é amor de verdade?
Ou a é a voracidadae dos fatos que eu enxergo que te fazem me trazer
escolhas até mim?

Não!

São as minas escolhas deformadas de trejeitos sórdidos e por vezes benignos que te fazem assim sorrir e te fazem nessa amsotra de ser se reconhecer e escolher de mim um amor profundo ?

Decido eu então te amar. Agora e para sempre o sonho de você ter me respondido sinceramente uma simples questão no imenso dessa vida

você me ama ?

Tiago Felipe Viegas Carneiro  21/07/2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s