e acabei no chão num colchão lunático
atravessei a métrica como se fosse o pródigo
meus globos oculares espantariam até um mágico

beijei minha ex-mulher como se fosse a vulva
sentei pra me animar como se fosse uma sôfrega viúva

não, não era ali que queria estar.

é tudo uma raiva
é tudo uma energia que vai me transformar
apesar do transtorno

tudo se transforma e o ódio se transforma em raiva
e a dor se transaforma em incompreensão de si mesmo
e a esquizofrenia do momento se revela na mais pura forma de não se dar

que não se dê
que não se sê inteiro

mas que se saiba que foi amor.

Tiago Felipe Viegas Carneiro  05/10/2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.