Meu canto
aqui meio Cerrado desalocado desfeito

Agora chove e aflora aqui.

Agora explode e ninguém vê.

Empoça e me aposso de sentimentos únicos

me remoço de acontecimentos fúteis

tudo pra esquecer a dor toda e qualquer dor que já não me tenha mais importância.

Meu canto desafinado meio que serra no ato as notas
importante ninguém notar
importante as vezes ir pelo ar.

não chove a flora de mata atlântica por aqui
aqui é tudo serrado ou semi cerrado nos olhos loucos, bêbados

quando chove dentro e fora esverdeia tudo. e desloca.

Tiago Felipe Viegas Carneiro 29/10/2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.