nenhum sinal

pisca a luz

bate a porta

ninguém abre

quando aporta o vento

escuto ele dizer

vim pra levá-la.

nenhum sinal

abre a porta

solta-a de uma vez só.

estrondo.

arremessa-me para outro lugar

ali já não havia mais nenhum farol.

Tiago Felipe Viegas Carneiro 01//12/13

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s