Os passos vão ficando mais pesados
.
Um dia após o outro começo a sentir o pé mais fundo

se estabelecendo abaixo do nível do solo.

Não estou na lama nem da areia movediça, seria muito clichê e não refletiria a verdade.

A questão é estar me imobilizando sentindo a pele se unificar a terra.

Dar o primeiro passo perto da própria terra para fora de si mesmo.

Para fora do que os outros pensam de si.

O bater das asas vai ficando mais leve

até que o coração possa aportar em outra lua.

Tiago Felipe Viegas Carneiro 04/12/13

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s