amor aos milhares


Quero amor aos milhares
Quere tê-los em todos os mil fios do lençol
Mas não quero saber de seu passado
As tramas do algodão estão lisas agora
para poder amassá-las depois
junto com as fibras dos músculos
Os fios dos cabelos embaraçam
As ilações dos quereres protegem os corações.
As pernas e os corpos compõe a estampa
Lábios corais, rosas, mãos e ventos se fundam
perante a brilhantes  fendas.
Corpos nus, amores a olhos vistos
dar ao corpo o que é justo
dar a alma o lhe afeita.
Tiago Felipe Viegas Carneiro 09/12/13 – 10/12/13
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s