Desarmar em São Paulo

SP1

E você, meu bem? Vou querer fazer bem feito contigo de novo. E logo eu que sempre não me achei na cama por me achar ruim e estar sempre inseguro. Te achei de todos os jeitos, em todos os lugares da casa, mas de ventre fechado pra mim.

Logo eu logrado por não querer deixar teus lençóis com meus cheiros e sonhos.

Deposto, eu ali, não mando mais. Apenas prostrado de prazer.

Acho que depois de tudo aprendi a desejar nem direito nem esquerdo. É tudo forma de amar e ver.

Depreendi desde cedo, lições dos pais, que o amor vem sem medo e pode acontecer a qualquer um.

Então, perdido naquela noite, me vi ali fumando o seu último cigarro no ponto de ônibus sem saber se ia ou se voltava pra uma das casas em que já morei.

Você não me ajudou. Nem deveria. Só eu poderia. Eram tantos os desvios tomados que fomos os dois pela via mais compreendida. Mas já sabemos como voltar, como se refazer, você, de verdade, sempre soube e eu não sei como é estar na própria casa. E não adiantava eu tentar, tendo em vista já sabermos como é concordar e como é não “cordar”. Então não me leve de leve até amanhã (eu não tenho esse peso e você tem outro peso pra mim). Até te reencontrar. Até nunca voltar. Até o tempo de verdade passar. Até não ter mais nada. Nem a solidão. Até a gente, mesmo carinhoso, saber, é passado.

Sabe, com o ventre em fúria ninguém pensa direito. Nem ele, nem eu, nem você.

Sabe, mesmo com as novas paixões e descobertas acontecendo, buscamos a velha linha de ônibus que nos deixa em casa, pois é o itinerário seguro e amor, como bem aprendemos, não. Mesmo em São Paulo, onde não há caminhos, só pontes, avenidas, viadutos, ruas e poucas calçadas.

Andar por São Paulo tendo um amor a oeste é isso. Caminhamos depois de tanto tempo apenas pelas pernas trançadas o conhecido e já sabemos em que pé vamos tombar.

Andar direito mesmo sozinho sem ninguém a te acompanhar.

É essa certidão de ser que temos que ter.

 

Texto originalmente publicado no blog da Galeria do Rock, em 19/12/2013 (link).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s