ganhei uma poesia

 

 

Aquela Brasília não era Brasília.
Era a Brasília com Tiago.
Depois sem Tiago,
ficou só Brasília.
E ela só é inerte.
Já o Tiago sem Brasília,
ainda é o Tiago.
Só que mais Tiago.
Com mais cidades nele.
Um Tiago maior,
que não perdeu aquela parte.
Você não tem saudade,
tem vontade de fazer
essa parte crescer,
e ela cresce,
brota, germina e frutifica…
Não porque é você,
ainda, e acima de tudo.
Mas porque não existe
terreno mais fértil
que esse peito imenso!

 

Saulo Somavilla 09/04/2014

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.