O presente

O dia dorme
É noite insone
É noite de conversa
Deslumbre
Vivificação do reconhecimento

A gente dorme
E não te vejo perder o sorriso
A gente fende mas não perde
O laço das coisas vívidas da lembrança contígua de estarmos juntos

Nós dormimos
E dominamos o sedento infortúnio
De desmistificar as dores

O presente é aquilo que temos
O presente é a gente se dar

Tiago Felipe Viegas Carneiro 08/06/2014

20140608-030533-11133842.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s