movimentos

 

cumuru

 

agora entendo dorival caymmi

somos todos barcos de partida

uns demoram mais

outros saem mais

mas todos tem seu sextante íntimo

todos tem seu paradoxo oculto

todos tem seu encontro mútuo

aterrados de mar e erro

tudo tem seu movimento profuso

de ondas de ar a carregar o sal pelo vento

de ruas a trafegar gente que caminha pelo desalento

 

mas o mar

ah o mar quando quebra na praia

é tão lindo que fica bonito o olho que o enxerga por necessidade pela primeira vez.

 

Tiago Felipe Viegas Carneiro 11/06/2014

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.