gente ama por querer amar

kiel por anna gadelha

a gente ama por mais que seja por medo por mais que seja por si por mais que seja por solidão que seja sempre por ter amor

 

 

 

a gente ama

por mais que seja por acasos

por acontecimentos fortuitos

que se seja por amplidão do sentimento

 

te conheci e você era figura sem parâmetro

te vivo até aqui e você é um carinho sem termômetro

 

te recebi e você era abraço, viola e acordeon

me recebeste e eu era pessoa a conhecer, a desbravar

e dar alegria

 

me recebeu e eu era abraço, laço e ombrelone

te recebi e você era vivência, euforia, magia

coisa de dar até em doido alegria.

 

 

foram anos

mas na verdade são poucos e serão muitos

te carrego pra vida inteira

como lança de gente guerreira

 

lembrança que me serve de escudo.

 

Depois de ti são com essas armas que conquisto o mundo.

 

Tiago Felipe Viegas Carneiro 31/07/2014

Para Kiel Pimenta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.