definições – para não se definhar

IMG_0491

 

 

O amor é um contrato de fé em que a religião é acreditar que há amor no outro

O amor é um programa que se prolifera em um sistema ao saber que existem iguais

O amor é um rato que se espreita entre os caminhos difíceis e vai comendo o que é ruim

O amor é um ato em praça pública que não deveríamos ter vergonha de assistir

O amor é um, e não há outro que lhe possa conter

O amor são dois, um pela mulher e outro que ele possa ser somente a sua mãe ou seu pai

ou o amor são três, pai, mãe e filo

O amor são muitos, indistintos

O amor um abismo pra cima do céu do qual poucos são corajosos o suficiente para se jogar com paraquedas

apesar de que cada quebra das pernas, dá a paciência e o óbvio do tempo de se reconstruir

O amor um distinto que chega em sua casa se folga e que você incomodado o põe pra fora pois seu café era extremamente forte

para se sentir

 

São muitos os amores e os sabores de deles se reter

 

O amor te provoca o éter de se romper de si e procurar

o que há mais leve no viver.

 

Ah o amor, mandar mensagens ao mar procurando uma resposta sem fim pra uma pergunta sempre presente

 

sempre se ama

e leve

e a vida é assim

 

 

Tiago Felipe Viegas Carneiro 14/10/2014

 

Para o fruto das Abelhas da minha colmeia querida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.