Casa Sentimento 7

Casa Sentimento 7

Em todos os casos sempre houve você

Realizados dissabores

Sempre, ouve você, agora

Destilados

Fermentados

Aniquilados

Desajeitados

Sempre houve você

Na linha por vezes sumida

Nas paralelas espelhadas

Sempre

Ouve você

Ouve você

Houve você sempre sabendo o outro

Por desejos e desgostos

Sempre

Sempre.

Sempre!

Há de haver você.

No gosto insólito

Na beleza maldita

Na repentina soleira de porta que abriga

Longe de tudo

Tua presença habita

Pra te conquistar admiti o lema

O habitat natural dos amores

É sempre o peito de um no outro

Tiago Felipe Viegas Carneiro 01/03/2018

Aos amigos

À Maria Amélia

Ao amor da família

À cidade de São Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s