Entre Eus

Eu tenho medo de mim e do que eu era no passado.

Tenho medo do que essa assombração possa fazer comigo, receios dados como vencidos, a apoplexia frente a realidade que estava morta, o dormir no sereno deixando meu cabelo esbranquiçar, tudo isso estava lá como um aspargos em conserva que você tem medo de colocar na sopa junto com outras ervas para comer e poder se alimentar mais um dia.

Na verdade eu não tenho medo de mim agora, nem do que eu posso fazer, tenho medo mim do que fui e do que tive que esquecer pra estar aqui, isso aparecerá de novo e de novo e de novo até me consumir? Ou é apenas o meu velho eu consumindo com seu eco o descuido qualquer do presente? Isso sempre vai acontecer em mim, vai ser sempre reverso?

Tenho medo de que aquela lembrança e esse processo me fustiguem o fígado até eu não poder mais dormir dentro da minha própria solidão do sono.

Eu procuro um ainda um som antigo, o verso límpido das notas que eu jurava poder fazer.

Eu queria na verdade fazer um caminho de cuidados redobrados que não me custassem no peito esse tempo que me foi levado.

Não, não é isso, na verdade é que eu queria ter o meu passado de maneira que eu não o reinterpretasse, que me deixasse sem estar afoito e ansioso pela mágica de sobreviver sendo eu agora para os próximos dias.

Revisitar o meu passado é relativizar o tempo adequado em que foi feita a escolha e isso talvez encolha o meu entendimento sobre esse eu ido.

Revistar o meu passado é deixar que o peso do que não foi escolhido se sobreponha a minha realidade atual de um jeito que faça parecer que não houve nenhuma intempérie a me levar a escolhas futuras que sejam diferentes do que são agora.

Me olhar de frente ao espelho mais velho e grisalho, me olhar sem o físico adequado para a idade, é me repensar de agora em diante.

Me olhar e construir a ponte do agora para um desejo oculto do passado é seguir adiante.

Me faço de um anseio claro para um lugar em não sei se estou.

Tiago Felipe Viegas Carneiro 07/05/2018

Para Victor Steiner

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.