Acontece

 

 

 

Sem melindres

Sem inações

um dia após o outro, o vivente de uma realidade construída passo a passo

intui o caminho a ser seguido por seus pés

 

Planos, pontos, pântanos, praias, atalhos, todos vem e vão, se desvencilham

abrem caminhos para outros sem cansar, sem desatino

 

o errado não era o planejado, a insatisfação do erro não é algo que pode persistir, apesar das luxúrias desses momentos.

o destino, por ser tão mutável é refeito tão rapidamente em seus desenhos

o destino é refeito em seus carinhos para com os outros e para a vida.

 

Asas pequenas e de sombras enormes, seu de bater ritmado torna tudo suave como se o toque da vida fosse sempre acalmar a alma.

 

Asas enormes e de saber não buscado ainda

Asas enormes sabedoras de realidades que não são vistas por quem vive, algo que teu olho depreenda.

 

o azulejos dos seus pés são apenas as cascas grossas em que meu amor penetrou.

 

 

Tiago Felipe Viegas Carneiro  13/09/2018

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.